fbpx

Como emagrecer Com Saúde


Te damos as boas-vindas ao nosso guia de emagrecimento com saúde. Por vezes em nossa vida, almejamos ter uma ótima saúde acompanhada de uma excelente forma. Vamos hoje ensinar em passos simples “Como Emagrecer Com Saúde”.

Com a chegada do verão, se aproxima uma comemoração ou se está querendo mudar sua aparência, o primeiro que vem em mente é “tenho que fazer uma dieta”, e como tudo na vida exige um bom planejamento, para que se alcance uma grande porcentagem de sucesso.

Não existe nada melhor do que gozar de boa saúde. Estar sempre atento a qualquer mudança é sinônimo de qualidade de vida hoje, amanhã e sempre.

Por onde devo começar

Para começar, tenha 4 princípios básicos em mente;

  1. Planejamento de sua alimentação;
  2. Prática de atividades físicas;
  3. Procurar orientação para os suplementos corretos;
  4. Siga seu planejamento até que atinja o resultado desejado;

Emagrecer com saúde, envolve uma reavaliação em sua forma alimentar, praticar exercícios físicos, fazer acompanhamento correto para a suplementação necessária e ser disciplinado para que consiga obter bons resultados.

Planejamento de sua alimentação

Um bom plano de emagrecimento tem que ser algo assertivo devendo incluir exercícios e uma orientação alimentar para que possa queimar gordura ao mesmo tempo que preserva seus músculos.

Apesar de no início ficar sem comer pareça resolver, a longo prazo ficar passando fome pode acarretar o “efeito sanfona”, além de ocasionar em algumas ocasiões doenças e mal-estar.

A dieta ideal é, poder comer menos sem passar fome eis a chave da perca de peso com saúde.

Podemos citar alguns tipos de dietas. As dietas “Low-Carb”, (cada vez mais comprovada pela ciência), seria a pouca ingestão de gordura e mais rica em carboidratos, melhoram os índices de glicose, colesterol, triglicerídeos e outros marcadores de saúde.

  • A dieta “Atkins”, esta dieta é bastante famosa, porém é um dos marcos das “low-carb”, leva esse nome por causa do cardiologista norte-americana que a criou o dr. Robert Atkins. É bastante simples, a restrição severa no consumo de carboidratos, aliada ao consumo maior de proteínas e gorduras saturadas. Podendo ser encontrados em alimentos de origem animal como: carnes, ovos, peixes, frutos do mar, queijos amarelos e embutidos. Emagrece mais, melhora a glicemia do sangue, HDL (“colesterol bom”), triglicerídeos e outros marcadores.
  • A dieta “Cetogênica ou Cetônica”, há mais de 20 estudos científicos que mostram que uma dieta de baixo carboidrato é eficaz para perder peso e melhorar muitos indicadores de saúde, além de trazer vários benefícios contra a diabetes, câncer, epilepsia e mal de Alzheimer.
  • A sua primeira faze, lembra bastante a dieta de “Atkins”, porém reduz drasticamente o consumo de carboidratos chegando a uma faixa de 0-50g por dia (em alguns casos, o limite máximo pode ser até menos que isso)
  • Essa redução de carboidratos faz com que seu corpo entre em um estado metabólico conhecido com cetose.
  • É quando o metabolismo, se altera e fica mais eficiente para utilizar como fonte primaria de energia (e não mais a glicose como ocorre na maioria)

Podendo incluir uma Dieta Detox, para complementar a seu planejamento para Como Emagrecer Com Saúde.

Também podemos citar as dietas “Paleolítica”, é dividida em dois grupos a chamada “modinha”, que é extremista demais, e a “perfeita”, comentam que a solução para obesidade mundial.

Este tipo de dieta se baseia na alimentação do homem de 15-10 mil anos atrás (período pré-agricultura).

Nesse caso pode-se comer apenas o que era capaz de caçar ou coletar na época (carnes, frutos do mar, frutas e verduras, nozes e sementes, tubérculos), esse argumento se fundamenta na teoria da biologia evolutiva. “Robin Wolf” um dos maiores nomes do movimento “Paleo”, faz uma comparação: se pegas um campo de futebol de 100 metros de comprimento, 99, 5 metros é equivalente ao tempo que o ser humano passou se alimentando como “caçador-coletor”.

Enquanto 0,5 metro equivale ao tempo que vivemos depois da introdução da agricultura.

Dessa maneira em vez de nos alimentarmos de carnes, frutas e verduras acabamos nos acostumando com os grãos (massas, pães, arroz e feijão) e todo tipo de comida industrializada (frituras, açúcar refinado e óleos poli-insaturados).